Sábado, 22 de Junho de 2024
(xx) xxxxx-xxxx
Geral Compagas

Compagas recebe prêmio Líderes da Energia por ações ligadas à sustentabilidade

O reconhecimento na categoria Indústria Verde se dá pelas ações ligadas à sustentabilidade e transformação do seu portfólio de suprimento. Empresa...

07/06/2024 23h00
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Foto: Compagas
Foto: Compagas

A Companhia Paranaense de Gás (Compagas) recebeu o prêmio Líderes da Energia 2024, na categoria Indústria Verde, em reconhecimento às suas ações voltadas para a sustentabilidade e a transformação da sua matriz energética. Nos últimos anos, a empresa vem desenvolvendo iniciativas para incluir o biometano em seu portfólio de suprimento por meio de chamadas públicas, parcerias estratégicas e grupos de trabalho. A meta é distribuir até 15% de gás natural renovável por meio de suas redes até 2026. A cerimônia de premiação aconteceu neste semana, em São Paulo.

O prêmio reconhece as empresas que mais se destacaram no setor ao longo dos últimos 12 meses, reunindo em um só local tomadores de decisões renomados e atores de destaque no mercado nacional. A escolha dos ganhadores é realizada pelo Conselho Editorial do Grupo Mídia, com base em dois pilares: votação aberta no site oficial da premiação e pesquisa de mercado feita ao longo do último ano.

Para Rafael Lamastra Jr., CEO da Compagas, esse prêmio consolida a estratégia da Companhia de olhar para o futuro da energia no Paraná. “Temos um papel que começou há dois anos, pois enxergamos o mercado de distribuição de gás com a inserção do biometano para atendimento a novos mercados, alinhado às metas de sustentabilidade. Nossa estratégia é ser o elo entre o produtor e o consumidor para viabilizar o consumo de gás renovável”, afirmou.

A iniciativa da Compagas favorece o aumento da distribuição do biometano, uma energia limpa e 100% renovável, de forma integrada à rede de gás canalizado, visando atender os usuários e expandir a atuação para outras regiões do Estado. “O Paraná é líder em sustentabilidade no país e tem no agronegócio uma gigantesca força para a geração de biogás e biometano, e nós vamos aproveitar esse potencial para transformar de forma progressiva a nossa matriz energética”, destacou Lamastra.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias